NÓS E AS COISAS SOMOS VIBRAÇÕES QUÂNTICAS

Uma faixa bastante ampla da realidade oculta abre-se, em qualquer lugar e a qualquer momento, como possibilidades fenomênicas de eventos e acontecimentos não-locais para as nossas ações e atividades, quando efetivamente nós estamos correlacionados quanticamente com os nossos projetos, eis no que o Princípio da Complementaridade aplicado à Teoria Quântica de Campo nos fazem acreditar. Nós, físicos, estremecemos cognitivamente, quando examinamos os resultados das equações que nos mostram esse lado fantasmático da realidade humana.

Tudo tem um campo quântico pleno de vibrações que nos afetam, quando nos relacionamos com coisas, pessoas ou lugares, isso é o que comprova a Teoria-S chamada “Matriz de Espalhamento”, que é a ferramenta matemática utilizada em Física de Partículas, para interpretar e decodificar o comportamento fantasma das partículas em altas energias. 

 A natureza está sempre ávida por transmitir informações e fazer revelações, para uma consciência sensível e capaz de compreendê-la, e torna-se sempre transparente e aberta, desde que nós “saibamos interrogá-la adequadamente”, lembremo-nos desse conselho que Francis Bacon nos deixou.

 As vibrações dos campos quânticos contêm as informações por meio das quais o Princípio Antrópico Forte faz o universo conspirar, para que as  coisas funcionem ou não,  entre elas os nossos projetos, e o truque que o Velho utiliza para fazer isso, em parte foi descrito pelos famosos “Diagramas de Feynman”, que talvez você conheça com o nome de “Múltiplas Histórias”.

 Essas informações nos são transmitidas por ocasião dos nossos encontros com as pessoas, com as coisas e os lugares, quando então ocorrem ressonâncias entre as nossas vibrações e as vibrações de fora. Sem que nós saibamos, essas vibrações produzem em nós certas intuições – murmúrios mentais – que às vezes nos encorajam e outras vezes nos constrangem; que nos estimulam ou nos desanimam; que nos tornam ousados ou tímidos; que nos fazem continuar ou desistir…

Essas vibrações estão por toda parte, e quando o valor das suas frequências casa com o valor das frequências das nossas vibrações, então ocorrem as ressonâncias quânticas, que através da máxima amplitude das suas ondas harmônicas, produzem efeitos no nosso psiquismo mental e emocional. 

 São vibrações em forma de intuições, que nos chegam durante os momentos decisivos, quando então nós temos que tomar decisões ou fazer escolhas importantes para os nossos projetos, atividades e relacionamentos. Se soubermos identificar e interpretar as informações transmitidas por essas vibrações, então as nossas decisões e escolhas poderão ser mais acertadas, e resultados ruins podem ser evitados.

Nós não somos apenas um conjunto de fenômenos e processos, capaz de ser descrito na linguagem do eletromagnetismo de algum capítulo da Física ou de alguma canônica da Ciência. Nós não somos apenas um punhado de átomos e moléculas em forma de órgãos, tecidos e células, isso está bastante claro em nível de Bioquímica – em especial através  da obra de  Michael Behe – caso o assunto seja do seu interesse.

 A natureza das coisas – inclusive a natureza humana – é constituída de vibrações estacionárias de campos quânticos, e se você for capaz de detectá-las através da sua leitura, então certamente será maior a probabilidade dos seus projetos se concretizarem e de um bocado de coisas ruins não acontecer.

Vale a pena se informar sobre esse assunto através de fontes verdadeiramente científicas, e para isso você deve manter distância cognitiva dessa balbúrdia mística, que para tudo dá o adjetivo de quântico.   

 

Trecho tirado do livro “A Física Quântica na Vida Real” – Osny Ramos

Saiba como utilizar os princípios quânticos na sua vida: receba um E-BOOK GRATUITO de Física Quântica com a versão resumida da obra do prof.º Osny Ramos.