A COR VIOLETA EXPRIME A ESPIRITUALIDADE TRANSCENDENTE

A Ontologia do Violeta está relacionada com os conteúdos da espiritualidade transcendente, dos princípios da realidade divina, da ordem do sagrado. A percepção do Violeta, pois, projeta o psiquismo humano para um nível de realidade moral  e espiritual superior. A condição psíquica  que se experimenta num ambiente Violeta é de severidade moral e espiritual. Tudo parece revestir-se de uma espiritualidade e dignidade de ordem superior.

Um ambiente Violeta funciona como uma caixa de ressonância espiritual, na qual os valores morais e espirituais assimilados parecem adquirir poderes divinos, calando fundo no espírito e repercutindo fortemente no ser das pessoas. Quando o psiquismo humano se encontra sob a influência da cor Violeta, ele não apenas assimila os valores, mas também é impelido a exercê-los na vida prática. Num ambiente Violeta o psiquismo humano se fortalece para as reformas espirituais e morais.

A natureza transcendente da energia do Violeta capacita o espírito a transcender os limites e condicionamentos, tanto nas reformas morais quanto na superação  de sentimentos ruins. Atuando sobre o psiquismo humano, a energia do Violeta refreia os impulsos e os comportamentos egoístas, mesquinhos, prepotentes,  arrogantes, falsos  ou  de qualquer outra natureza espiritualmente destrutiva.

Impregnado com o conteúdo das perfeições que contempla na realidade transcendente expressa pela  cor Violeta, o espírito naturalmente tende a reproduzi-las em seus contextos existenciais, com elas fazendo a blindagem espiritual contra as substâncias psíquicas da imperfeição. A ontologia do Violeta dinamiza e fortalece o espírito para as reformas morais e espirituais.

 Nos ambientes, a cor Violeta fortalece o espírito contra as forças da mágoa, do ressentimento, do ódio, das dissensões e das tantas outras forças espiritualmente destrutivas, que atuam nos relacionamentos e nas atividades humanas. O Violeta é um extraordinário catalisador de forças metafísicas eficazes nas reformas espirituais.

Num ambiente Violeta, invariavelmente as pessoas experimentam uma constrangedora sensação de severidade moral,  onde tudo parece revestir-se de uma dignidade superior. Nesse ambiente, as pessoas sentem-se moralmente  constrangidas a refrear os seus pensamentos ruins e as suas más ações.

Por causa de sua ontologia da transcendência, a cor Violeta é indicada para os lugares de culto e adoração, tanto quanto para os ambientes onde são desenvolvidas atividades místicas, de curas, de aconselhamentos, de auxílio espiritual. Nas salas onde se praticam ioga, meditação, projeção da consciência, preces e outras atividades espirituais, a cor Violeta atua como catalisador dos processos, ativando a sensibilidade dos mecanismos psíquicos responsáveis pela dinamização do psiquismo desejável. Os médiuns espíritas e os paranormais igualmente podem ter sua sensibilidade espiritual consideravelmente aumentada num ambiente  com iluminação Violeta.

Expressando a espiritualidade transcendente, a energia do Violeta atua poderosamente sobre o espírito, agindo como um óleo  para a lamparina do ser, iluminando por entro a alma escurecida pelos vícios e pelas dependências,   levando com a sua luz os valores das perfeições do divino, deste modo excitando e dinamizando a consciência para as reformas e as mudanças que são necessárias. Fortalecido com o azeite espiritual do Violeta e iluminado por dentro, então o indivíduo tem a sua mente fortalecida e a sua vontade tonificada, condições necessárias para vencer o vício e a sua dependência.

Trechos tirados do livro “O Efeito Psíquico das Cores nos Ambientes”