UM GRANDE FALATÓRIO! VOCÊ ESTÁ ACREDITANDO NISSO?

post-2B1

Atualmente ouve-se um grande falatório sobre Física Quântica, e isso não deveria parecer algo extraordinário, pois historicamente nós ouvimos com frequência esse tipo de falatório, sobre algum conhecimento novo que surge entre o povo. Mas desta vez trata-se de um falatório  diferente de tudo o que até aqui nós já ouvimos.

De fato, nesse falatório sobre Física Quântica parece que todo mundo tem algo a dizer e não apenas os físicos. Como se de repente todo o povo tivesse recebido uma revelação em comum, esse falatório está na boca de todos: doutos e não doutos, homens e mulheres, jovens e idosos, crentes e ateus, professores e alunos, empresários e comerciantes, artistas e místicos…

Diferente das outras vezes, esse atual falatório não foi engendrado nem pelo misticismo nem pelo imaginário popular, mas teve origem no próprio seio da Física, e primeiramente tomou corpo entre os próprios físicos, pois desta vez trata-se de  um fato verdadeiramente científico. 

Nesse falatório nós ouvimos de tudo: ouvimos essa gente dizer que através da Física Quântica é possível viajar tanto para o passado quanto para o futuro; que nós podemos atrair pessoas, coisas e lugares que podem ajudar na concretização dos nossos projetos; que nós mesmos podemos curar as nossas doenças, e ouvimos até sobre “penteados quânticos”. Você acredita nisso? Antes de responder é bom você ler sobre o que os próprios físicos estão dizendo sobre esse mesmo assunto. 

Ademais, não se trata  apenas de curiosidade, como das outras vezes, mas do interesse mesmo das pessoas em utilizar os princípios da  Física Quântica em suas vidas, ali, bem rente ao chão dos seus cotidianos, onde elas têm que tomar decisões e fazer escolhas decisivas para os seus relacionamentos, para as suas atividades e para os seus projetos, para resolver problemas, superar deficiências e curar doenças.

O que de fato estaria por trás de todo esse falatório? Seria o fruto lentamente sazonado de um superior nível de compreensão já atingido pelo povo, como pretendem algumas dessas profecias místicas? Seria uma evidência científica  de um nível de consciência mais elevado demonstrado pela humanidade do nosso tempo? Seria o abrir-se natural da natureza em revelações necessárias,  para as consciências mais abertas e para os espíritos mais sensíveis da nossa época? Se esse assunto lhe incomoda – por causa dessas tantas “revelações proféticas” que andam por aí – então relaxe, pois não se trata disso. Aqui, nós estamos falando de ciência mesmo, de pura Física!  

Na Filosofia, já desde os primevos tempos pré-socráticos, os filósofos vêm falando sobre uma espécie de consciência universal organizadora do mundo, e isso começou com Heráclito de Éfeso, no século VI AC., com a ideia  de Logos.

Vale destacar que na filosofia racionalista do século XVIII, Emanuel Kant chamou isso de Ardil da Natureza, e na filosofia idealista do século XIX Georg Hegel a chamou de Astúcia da Razão, em ambos os casos significando a manifestação do Weltgeist ou Espírito do Tempo, fazendo as revelações necessárias para a humanidade de diferentes épocas. Veja; não  se trata de profecias nem evangélicas nem místicas, é preciso alertar ás pressas!       

Chegados os tempos intelectuais maduros, então em nosso tempo o Weltgeist consegue encontrar os seus interlocutores  destinatários, e para eles transmitir o conteúdo da suas revelações cientificas, com o objetivo de alavancar o progresso do conhecimento humano. Pelo que esse falatório tem sido, é razoavelmente consistente cogitar de que a Física Quântica seja o Weltgeist ou Revelação para o nosso tempo.   

Através da Episteme ou  conhecimento científico a Física Quântica faz revelações para os físicos: através da Phronesis ou sabedoria prática a Física Quântica faz revelações para os que têm o espírito  sensível, e através  da Doxa ou crença popular a Física Quântica faz revelações para o povo em geral. Ou seja, ninguém fica de fora e isso explica por que todos estão empenhados nesse grande falatório.

Minha mãe, índia Xokleng semi-analfabeta, uma cabocla beiçuda e atarracada, mas que com suas ervas, rezas e magias curava as doenças dos seus 14 pintainhos – entre eles, eu próprio, um caso quase perdido. No esquema do Espírito do Tempo ou Weltgeis, então a Cabocla Maria representava a Doxa, e se você trabalha com medicina holística alternativa, então você representa a Prhonesis, caso você não tenha formação científica, o que então  lhe colocaria na turma da Episteme.

É precisamente isso que está por trás desse grande falatório sobre Física Quântica: o Espírito do Tempo fazendo as revelações necessárias para a humanidade da nossa época, e isso explica por que todo mundo está envolvido nisso! 

A propósito; o seu médico ainda não lhe falou sobre a Medicina Quântica? Na sua empresa os diretores ainda não lhe falaram sobre a Gestão dos Intangíveis Quânticos? Na sua escola, a Física Quântica ainda não foi incorporada ao processo da interdisciplinaridade? O pastor da sua igreja nada lhe falou sobre Deus como sendo o Princípio Antrópico Forte da Física Quântica?

Nãããão!!!

Osny Ramos

Saiba como utilizar os princípios quânticos na sua vida: receba um E-BOOK GRATUITO de Física Quântica com a versão resumida da obra do prof.º Osny Ramos.